26 de abr de 2016

Energia criativa



Energia criativa

A energia criativa é diferente de qualquer outro tipo de energia. Não tem a mesma dualidade dinâmica como a energia convencional. Não é dura e rígida como as energias mentais. Ela não te cansar como a energia de sobrevivência. Ele faz as energias de rotina do dia a dia parecerem aborrecidas e sem vida.
Energia criativa é como uma joia multifacetada. Tem brilho e clareza, profundidade e vibração. Ele brilha e dança, enquanto a energia normal tende a ter padrões estabelecidos e limites. A energia criativa vê uma parede como algo pelo qual ela pode fluir através. A energia normal vê a parede como uma barreira.

Muitas pessoas estão confusas com a energia criativa porque elas a associam com coisas como a pintura ou a dança, ou com pessoas como desenhistas gráficos e músicos. Em outras palavras, você tem ou você não tem. Isso não é verdade. Ninguém nasce com mais energia criativa que o outro, e você não tem que ser um tipo criativo para usar a energia criativa. Algumas pessoas estão mais confortáveis com suas características de forma livre, enquanto outros precisam de uma energia mais estruturada e aterrada. Mas não há nenhuma lei que diz que você não pode ter ambas.
Geoffrey Hoppe


Imagem da série: Mandalas que curam by Ellen Allmye


O valor da Gratidão


O valor da GRATIDÃO

A gratidão é uma virtude que precisa ser desenvolvida continuamente, tornando-se um hábito diário. Normalmente não lembramos de agradecer, mas reclamamos com frequência. É importante adotarmos uma atitude positiva, agradecendo desde a hora que acordamos até a hora de dormir. Quando fazemos isso, abrimos nosso coração e nossa compreensão, valorizando as bênçãos que recebemos todos os dias. Desse modo, passamos a perceber as dádivas que não havíamos notado. Passamos a sentir como fomos protegidos, amparados e auxiliados tantas e tantas vezes.

O sentimento de gratidão nos liberta da preocupação. Ao agradecer, nosso coração descansa, nossa mente se aquieta e ficamos livres de tantas tensões da vida moderna. A gratidão ameniza as dores emocionais, como a depressão, a tristeza, a solidão e a ansiedade. Em uma série de estudos experimentais, Emmons e McCullough - pesquisadores americanos sobre o comportamento humano - concluíram que sentimentos de gratidão aumentam a saúde física e a qualidade da vida diária, e que pessoas gratas demonstram mais estados mentais positivos, como animação, determinação e atenção. Além disso, também são mais generosas, cuidadosas e atenciosas para com os outros.

Ao desenvolver o hábito de agradecer, acionamos a energia curativa do universo e modificamos as circunstâncias e o ambiente ao redor. Em muitos momentos de nossa vida, passamos por problemas e situações difíceis de serem resolvidas e, às vezes, é um desafio sentir gratidão por acontecimentos negativos.
Mas as dificuldades e as perdas nos ensinam muito e nos fazem amadurecer, nos fortalecendo emocionalmente. Possuir clareza sobre essa questão nos auxilia a desenvolver o sentimento de gratidão por nossa vida em todos os aspectos, nos trazendo equilíbrio, compreensão e amor por tudo e por todos.

Fonte: http://www.personare.com.br/reiki-e-o-valor-da-gratidao-m27…

Imagem da série: Mandalas que curam by Ellen Allmye