9 de ago de 2011

Brincadeira angelical


Brincadeira angelical

Em datas distantes, queria ser uma boneca
e como acreditava, tinha um anjo pessoal
um amigo para os estranhos desabafos,
que sempre atendia pedido especial
de esperançosas garotinhas pobrezinhas
tentando sair do mundo real
e viver as mais lindas fantasias
num mundo pouco convencional
as meninas viravam bonecas
e todo o rosto era igual
vestiam roupas confortáveis
mas nelas portando um avental
para em seu bolso carregar a harpa
que tocaria em tom suave
na hora de despertar
as asas que lhes libertavam
teria ganhado de seu amigo anjo
com a condição de que em todos os sonhos
retomassem a brincadeira angelical.

(Ellen Allmye)


2 comentários:

  1. Muito interessante o seu blog. Grata pela visita. Quanto à imagem procurei na rede. Sempre fazia isso, mas como dependia de alguém para me ajudar agora posto só os poemas sem as imagens. Voltarei. Até breve.

    ResponderExcluir
  2. Olá Marluce, seja bem vinda!
    agradeço a visita e retorno ao comentário... achei muito linda aquela imagem... aliás, seus poemas por si só são ótimos e nem precisam de imagens... mas se precisar de alguma imagem "emprestada" e quiser postar, fique a vontade... tenho galeria nesse site: http://www.photoshopcreative.co.uk/show_profile.php?userid=3249

    Volte sempre... abraços

    ResponderExcluir