8 de jul de 2016

Você está ouvindo os sussurros do amor?



Você está ouvindo os sussurros do amor?

    “Sua visão se tornará clara somente quando você olhar para o seu próprio coração. Quem olha para fora, sonha; quem olha para dentro, desperta.” ~Carl Jung

* * *

Você notou algo misterioso, eletrificante, mas ligeiramente assustador, se agitando no seu interior ? Algo que simplesmente não se encaixa com a forma como fomos ensinados a ver o mundo ? Se você sente isto, você não está sozinho. Após eras de quase silêncio nosso coração está chamando e está ficando cada vez mais difícil ignorar suas verdades sussurrantes.

* * *

Aqueles de nós que escolheram colocar a atenção longe da sedução das teatralidades externas para responder aos apelos gentis que emanam do nosso núcleo, estão se abrindo para uma profunda transformação. De repente empregos, amigos, entretenimento e para alguns, estilos inteiros de vida que costumavam parecer uma boa forma, agora parecem desconfortáveis e insatisfatórios, muitas das “coisas” ao nosso redor que uma vez considerávamos essenciais para reforçar o nosso senso de identificação sentimos não ter mais significado e conceitos como integridade, compaixão, autenticidade e amor que antes eram apenas ideais distantes, abruptamente estão no centro do palco para serem reconhecidos.

* * *

Para ilustrar a situação vou usar uma analogia simples. Imagine se tivéssemos crescido ouvindo um rádio que não funcionava corretamente. Cada estação tinha algum tipo de ruído distorcido que chegamos a considerar como música normal. As nossas melodias favoritas eram distorcidas, embora elas realmente não pareciam incríveis, tinham uma certa familiaridade e recursos. Então um dia tudo muda. À medida que passamos pelos muitos canais, ouvimos extremamente cansados soar uma música incrivelmente pura. Nós podemos fazer uma melodia, uma harmonia e uma batida que não só parece, mas sentimos ser sublime. À medida que melhora a sintonia na frequência pura, começamos a ouvir uma música com clareza cada vez maior. Quanto mais a ouvimos, menos sentimos serem atraentes os antigos canais distorcidos que nós crescemos ouvindo, até que finalmente somente nos sentimos satisfeitos com a profundidade e luminosidade que se materializa pela nova frequência.

* * *

Alguns de nós têm seguido esta chamada misteriosa há muito tempo. Atraídos para um esquecido e desconhecido terreno que tínhamos abandonado, agora ocupamos a estrada convencional e rapidamente trabalhamos para criar um caminho único que sabemos em última análise, que está nos levando de volta para o alinhamento com o nosso coração. Para outros de nós este chamado é novo, embora convincente, também é um pouco desconcertante na forma como contrasta com tudo o que temos aceito como verdade. A boa notícia é que os números estão crescendo exponencialmente, existem muitos de nós que estão conseguindo mover a nossa atenção para longe de toda a distração externa por tempo suficiente para permitir que os fracos sussurros ganhem vida dentro de nós, se expandindo através do nosso ser e se espalhando para fora, sutilmente afetando tudo o que tocamos. Conforme os números aumentam com mais pessoas optando por se deslocar na contramão da doutrinação da massa, o ritmo aumenta gradativamente e a viagem se torna um pouco mais suave, um pouco menos traiçoeira e muito mais verdadeira.

* * *

Um dos belos aspectos deste processo é que embora a jornada de cada pessoa seja completamente única e perfeitamente alinhada às suas necessidades individuais, cada um de nós está em conexão com a frequência da fonte de coração, que ao mesmo tempo é um espaço onde todos nós nos encontramos como UM, existe um sentido de coesão, de coerência, de interligação e tudo se desenrola a partir deste ponto divino.

* * *

No entanto, a medida que o impulso aumenta, a distorção desalinhada da velha realidade da qual estamos nos afastando continua a ameaçar, se debatendo e lutando. Tentando comandar a nossa atenção e nos assustar, ou nos seduzir para voltamos ao seu domínio, ela tenta aumentar a intensidade do seu espetáculo. No entanto, quanto mais aprendemos a não comprar o velho drama, menos a alimentamos com a energia do nosso foco, quanto menos energia ela receber, mais rapidamente vai desaparecer no esquecimento.

* * *

O desafio real é apenas sermos verdadeiros. Estamos tão acostumados a esconder nossas falhas, nossas vulnerabilidades e até mesmo a nossa luz, mas o caminho do coração requer coragem emocional. Ele nos obriga a sairmos do conforto da normalidade, para ficarmos na nossa verdade e honrarmos tudo o que somos. Conforme fazemos esta mudança interior, precisamos estar preparados para aprender a aceitar as nossas fraquezas e vulnerabilidades serem percebidas e experimentarmos situações embaraçosas e desconfortáveis. Isto é apenas parte do processo. À medida que nos acostumamos a operar a partir do espaço amoroso do nosso EU mais profundo, mais seremos capazes de nos mover através do mundo com facilidade e graça. E quanto mais nos alinharmos com esta alteração, mais seguros vamos nos sentir ao nos expandirmos para fora do nosso ser e nos reunirmos com todos como verdadeiramente somos.

* * *

Pessoalmente, conforme esta mudança ocorria no meu interior eu me sentia atraída para um estilo de vida simples, criativa, mais natural. Conforme eu me liberto da programação social a necessidade de validação externa diminui e eu me encontro descobrindo o que realmente faz o meu coração cantar. Estou aprendendo a tecer amor em todos os aspectos da minha vida, por meio da luz e das sombras e quanto mais eu sou capaz de fazer isso, mais eu me sinto participando de uma profunda dança mágica que é ao mesmo tempo uma expressão única da minha alma e uma reconexão com uma bela harmonia coletiva. À medida que mais e mais de nós escolhemos nos realinhar com o nosso coração e descobrirmos a nossa verdadeira natureza, eu acredito que veremos que somos capazes de criar um mundo novo que em vez de ser conduzido pelo medo, ganância, exploração e competição, será baseado no amor, aceitação, compaixão e cooperação.

©Christina Lavers

Origem: zengardner - http://www.zengardner.com/can-hear-whispers-love/

Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível - http://wp.me/p3HLEN-6mU

Nenhum comentário:

Postar um comentário